Username Password
 
Lembrar dados?
Entrar
Registe-se
Recuperar Password
Publicidade
Membros Online
+ 0 utilizadores ( visitantes e membros)
Publicidade

Notícias

Que tinta escolher para a fachada do edifício?
sexta-feira, 17 de Maio de 2019 | 16:15   lida: 416 vezes

Notícia
Chegou a hora de pintar a fachada do seu edifício? Perfeito! Mas há aqui um ‘pequeno’ detalhe a que é preciso dar máxima atenção: a tinta. Para que a escolha do material não seja um ‘bicho de sete cabeças’, fique a conhecer algumas sugestões para que o processo de pintura da fachada do seu condomínio seja de total sucesso:

Antes de mais, a cor. Parece um detalhe menor, mas a verdade é que a cor é fundamental para a qualidade do resultado final. E é por isso que não devemos economizar quando se trata de escolher uma tinta: as condições climatéricas põem realmente à prova a qualidade da tinta (o sol forte e a chuva podem facilmente fazer escorrer tinta de menor qualidade). E a cor da tinta é aqui essencial: os tons terra, alaranjados e amarelos apresentam normalmente alta resistência aos raios UV, permanecendo inalterados por muito mais tempo.

Escolhida a cor, é hora de escolher a tinta propriamente dita. E, para zonas exteriores, as tintas mais adequadas são a acrílica e a elástica – sendo que a primeira tem uma longevidade e durabilidade maior (podendo durar até 10 anos) e a segunda é mais adequada para tapar fissuras ou para ser aplicada em zonas de menor dimensão. O acabamento é igualmente importante, mas, para uma fachada exterior, o acetinado é mais adequado, por manter paredes com um aspeto agradável e fáceis de limpar, caso seja necessário.

Nesta fase, há ainda outro tema de especial relevo: a garantia. É preciso confirmar a garantia dada por cada marca ou fabricante, já que não existe uma norma fixa nesta área (podendo encontrar-se marcas que tanto oferecem dois como dez anos de garantia sobre o produto).

Passada a seleção da qualidade da tinta, é necessário definir quantidades. Quantos litros de tinta serão, afinal, necessários para pintar uma fachada? A tarefa é mais simples do que parece, até porque basta seguir uma equação matemática para não errarmos na quantidade de tinta necessária: meça a superfície que vai ser pintada, multiplique a altura pelo comprimento (altura x comprimento = m2) e obtenha assim os metros quadrados de cada parede. Somadas todas as áreas parciais de todas as paredes, é só preciso dividir a área pelo rendimento da tinta (que se encontra indicada na ficha técnica do produto) e multiplicar pela quantidade de demãos.

É ainda importante lembrar que, antes de se aplicar a tinta, a parede deve ser revestida com um impermeabilizante e/ou um primário, que irão aumentar consideravelmente a qualidade e a durabilidade do trabalho.

Os passos mais importantes estão considerados, mas falta referir-se outro de igual prioridade: a mão-de-obra. Tratando-se de um projeto de pintura normalmente de uma dimensão considerável e com alguma complexidade, é importante que se contrate uma empresa especializada neste setor. Assim, o essencial será assegurar que a empresa é certificada e que tem experiência comprovada na área – o que reduzirá a preocupação com todos os pontos acima indicados, já que a mesma se encarregará de sugerir aos condóminos todos os aspetos relacionados com o tipo, a qualidade e a quantidade das tintas a utilizar.

Percebidos e garantidos estes passos, é hora de pôr mãos à obra e de dar nova vida e cor à fachada do seu condomínio!

in www.ldc.pt
Notícia inserida por: Administrador
Comentar Notícia
Acesso Reservado a Membros
Insira os seus dados de acesso a membros para poder efectuar um comentário.

Caso não seja um utilizador registado!
Ao realizar o registo pode aceder a todas as áreas restrictas do site.
O registo é GRATUITO.
Comentários Comentários a esta notícia ( 1 )
O que aconteceu ao forum?
Enviado por: Zé Santos (sp0t)  |  24-5-2019 23:30
Foi-se? Não tem solução?
Share/Bookmark
Não existe nenhuma sondagem em curso...
Partilhe connosco alguma situação engraçada, curiosa ou estranha que tenha ocorrido no condomínio.

Porque nem tudo tem que ser aborrecido ou questões legais!
O que fazer com a casa do porteiro quando ele não existe?
Que administrador eleger?
Impacto do Alojamento Local nos condomínios
Alterações na fatura da água
Alteração ao prazo das inspeções às instalações de gás
Instalação de videovigilância já não carece de autorização
Quóruns, para que vos quero?
Conhece o programa para necessidades de alojamento urgente?
Sistemas de deteção de monóxido de carbono. Para sua máxima segurança.
Inspeções ao gás obrigatórias
Administrador à força? É melhor não…
Até que valor podem os condóminos ser multados?
Vai fazer obras? Informe o administrador!
Mais transparência na liberalização do mercado da eletricidade e do gás
O perigo de não cobrar quotas
Pesquisar